Páginas

quinta-feira, 25 de julho de 2013

DESENCARNE DO PAI E DOR - PERGUNTAS DOS AMIGOS:


perdi meu pai a ____ meses e ____ dias...preciso saber noticias dele...estou muito inconformada
por favor..por favor..me ajudem








Prezada __________, bom dia.


Neste momento, minha irmã, o melhor a fazer é tentar acalmar seu espírito. Pois toda esta angústia e desespero fatalmente estão sendo transmitidos psiquicamente para o espírito de seu pai e, certamente, estão causando nele os mesmos sentimentos de angustia e dor que você está experimentando.


Perceba, minha irmã, que nossa mente é um gerador de energias e que estas energias são direcionadas pela força de nosso pensamento. Equivalendo afirmar que cada pensamento em desequilíbrio e sofrimento que você tem relacionado a seu pai está sendo transmitido imediatamente para ele; o qual como receptor absorve e acumula estas energias desequilibradas.


Este processo resulta sempre num maior desequilíbrio para o desencarnado, uma inquietude, angústia ou tristeza por perceber o sofrimento dos que ficam na terra e não poder fazer nada.


Por este motivo é importantíssimo que você equilibre seus sentimentos e não se deixe tomar pelo desespero ou desconsolo.


A saudade é normal e natural; entretanto tem que ser equilibrada pelo consolo e pelo carinho que sentimos pelo desencarnado.


Lembremos sempre que, se para nós que ficamos na terra, o desencarne é motivo de saudade e tristeza pela falta que faz o ente querido; para o desencarnado é a libertação de uma "jaula" de carne, permitindo que ele retorne à vida real e seja recebido e auxiliado pelos que lhe foram caros em outras épocas.


É a libertação do espírito cativo que alça novos vôos e que, por isso mesmo, não temos o direito de impedir sua liberdade ou felicidade com nossos desejos egoístas e pensamentos apenas em nós e no sofrimento que sentimos.


Devemos sim ter saudade e sentir falta; mas antes de tudo se alegrar pelo trabalho terminado e pela libertação daquele espírito que retorna ao lar.


A separação nunca é adeus; é até breve - o que muitos esquecemos.


E no auge de nosso desespero ainda movido por motivos egoístas esquecemos que se nos equilibrarmos e buscarmos auxílio na oração contrita e resignada, poderemos enviar os melhores fluidos de amor e carinho ao desencarnante e dele receber o mesmo.


Nossos queridos nunca se vão realmente; muitas vezes estão conosco e não os sentimos, pois não estamos equilibrados e em paz suficiente para sentir sua presença e seu amor.


Equilibre seu coração e acalme sua alma. Confie em Deus e deixe que os amigos espirituais te guiem no melhor para vocês.


PAz contigo.




Muito obrigada por ter respondido meu pedido de ajuda...
senti um paz muito grande em tudo q falou...realmente preciso me equilibrar emocionalmente...
preciso q meu pai sinta q estamos bem...
Será q qdo tiver tempo pode mandar msgs pra mim?...
o que me incomoda é estar sempre pensando q talvez meu pai queira falar comigo e nao consiga...tenho uma irma chamda ____...ela é uma criança especial...era muito apegada ao nosso pai...está sofrendo muito por isso e ve-la sofrer me faz sofrer tbem..ela tem uma sindrome e com isso tem um retardo mental..hje tem ___ anos mas é como se ela tivesse 7...meu pai con certeza tbem está pensando nela dmais...
o nome do meu pai é ______
...eu agradeço muito...
paz..a todos..
muuuuito obrigada mesmo




Prezada Amiga,


Perceba que acaso o seu pai esteja realmente em perturbação espiritual - seja pelos fluidos desequilibrados que estão sendo enviados a ele ou pela sua própria situação - ele somente poderá retornar ao convívio fraterno com vocês - seja por visita ou mensagem - quando estiver equilibrado. E este processo, dependendo do caso, pode levar algum tempo.


Tente conviver com a ausência dele como se estivesse em uma viagem, e que nesta viagem ele possa estar bem. Assim será mais fácil para que você controle seus sentimentos e envie emoções e orações harmoniosas para ele.


No caso de sua irmã pode se tratar da mesma forma. Acredito que o problema não seja exclusivamente o desencarne do seu pai ou a falta dele; mas como a família reagiu a esta falta e o quanto isto afetou a criança.


Tente mudar o foco da atenção dela, substituir a presença dele pela de alguém ou algo a que ela seja apegada.


Se puder é importante levá-la a aulas de evangelização infantil em alguma casa espírita na sua região - o que fará bem para você também assistir a palestras e estudos - de forma a que ela vá se familiarizando e aceitando a ideia da separação corpo e espírito, a ideia do desencarne e a certeza do reencontro breve.


Este processo de esclarecimento para ela, por parte dos evangelizadores que estão preparados para lidar com mentes infantis falando a linguagem deles e utilizando recursos especialmente preparados para crianças, será de grande utilidade e aproveitamento no processo de amparo e recuperação da pequena.


No mais, querida amiga, tenha confiança em Deus e na espiritualidade; e perceba que o universo não se curva ante nossos desejos e anseios. Mas segue seu curso tratando e atendendo cada caso no tempo certo para sua solução.


No momento a oração em busca do equilíbrio interior e da emissão de fluidos harmonizados para seu pai são os melhores procedimentos que você pode realizar.


PAz contigo.



Leia Mais em: http://www.bomespirito.com/2013/04/desencarne-do-pai-e-dor-perguntas-dos.html#ixzz2a5GLbkF6
Obrigado pelo carinho e Paz Contigo

Seguidores