Páginas

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

NÃO ENTENDO!!!


Todas as noites

Quando cai a solidão

É você quem sempre aparece

Dentro do meu coração...



E me lembro de seus olhos,

Boca, sorriso, abraço...

E bem baixinho

Vou sussurrando seu nome

Até bater o cansaço...



Até hoje não entendo

Como um amor tão intenso

De um sentimento tão grande

Agora é só uma lembrança

De uma vida distante...

Seguidores