Páginas

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

A CONQUISTA:


A Conquista:

Quando Jesus enunciou que é necessário tomar a sua cruz e segui-lo, Ele propôs a conquista da autoconsciência, a definição para assumir as próprias responsabilidades, ao invés de permanecer divagando em torno de como encontrar o melhor processo para o equilíbrio, que não se expressa em formas exteriores ou mediante as fugas de transferência de responsabilidades, ou para os prazeres que se extinguem, por mais que se prolonguem…
A psique necessita de apoio transcendente para proporcionar elementos dignificantes, por intermédio da realidade em que todos se encontram mergulhados, elegendo aqueles que são mais compatíveis com as aspirações e as possibilidades, de execução.
Todos dependem de Deus, porque, afinal, estamos mergulhados em Deus, sendo necessário reconhecê-lo em nós, a fim de que O manifestemos por intermédio do comportamento emocional e das ações sociais, familiares, espirituais…
Quando indagaram a Jung se ele acreditava em Deus, respondeu com humildade e sabedoria, que não necessitava de crer, informando: – Eu sei, não preciso acreditar…
(Divaldo Franco/Joanna de Ângelis)

Seguidores