Páginas

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A VIDA EM SEUS DOIS LADOS:




Enquanto encarnados vivemos momentos em que acabamos por nos esquecer da vida espiritual, ou como muitos se referem à vida do lado de lá. Subentende-se dessa afirmação que a vida seja composta de no mínimo dois lados: os dos encarnados e os dos desencarnados/ o lado de cá e o lado de lá. Como conviver com essa dualidade? Como entender ser matéria finita e espírito eterno? Tudo faz parte da maravilhosa criação de Deus que nos permite o aprendizado e consequente aprimoramento.

Alguns podem me questionar: Mas não poderíamos viver somente como encarnados ou somente como desencarnados? Qual a razão de sermos espíritos encarnados e depois espíritos desencarnados? Tudo se processa de forma eficaz e perfeita. Portanto minha resposta para você é "não". E por quê? O conceito é simples. Vejamos: enquanto espíritos desencarnados temos a visão e a consciência de todas as nossas existências e, portanto de todos nossos erros, mágoas, dores e de outros espíritos que guardamos ainda imenso rancor, ódio e débitos a serem resgatados.

Já quando encarnados temos a nossa memória "apagada" temporariamente e com isso a oportunidade de trabalharmos o nosso aprendizado moral sem o "peso" de nossas culpas. Essa é a finalidade da vida em seus dois lados: o lado de cá e o lado de lá. Tudo o que precisamos saber sobre nosso passado (outras existências) nos é apresentado no momento oportuno sempre de forma a contribuir para o nosso amadurecimento e jamais para nos causar estagnação. Ou pior ainda nos levar a cometer mais erros. A sabedoria do Pai é infinita, meus queridos amigos.



Livres do pesado jugo do passado, facilmente podemos nos entregar inconscientemente a bendita reconciliação com nossos credores e também devedores, no exercício das virtudes do amor fraterno, da paciência, da humildade dentre tantas outras. Assim lhes suplico meus amigos, não busquem o passado que não lhes é revelado nem tão pouco vivam de um passado mais recente. Optem pelo trabalhar o presente que lhes é concedido como forma de mudar o resultado do futuro.



Confiem que lhes é concedido o conhecimento necessário de acordo com o amadurecimento espiritual de cada um. Vamos entender e fazer do ser dual que somos (matéria e espírito) a oportunidade de nos elevarmos em conhecimento nos aproximando mais da intimidade e aconchego do colo de nosso Pai. Deixo-lhes muita alegria para permanecerem ou retomarem o caminho que nos conduz ao AMOR



Médium: Lúcia.

Espírito: Matheus. (Colônia Espiritual Maria de Nazaré).

Fonte: JCBell

GRUPO DE ESTUDOS MEDIÚNICOS MARIA DE NAZARÉ

Seguidores